fbpx

Concurso Senado: como estão os preparativos?

Desde que o concurso para o Senado teve a sua comissão suspensa, muitos futuros servidores têm ficado preocupados com o andamento do concurso.

O que isso significa? Ele ainda vai acontecer? Se ele foi suspenso, por que o Cebraspe, banca organizadora, afirmou que realizará as provas?

O professor Leonardo Murga explicou o que está acontecendo com o concurso do Senado e respondeu algumas dúvidas sobre esse que é um dos concursos 2020 mais aguardados pelos futuros servidores.

O bate-papo completo com o Leo Murga você pode assistir no vídeo abaixo ou continuar lendo esse post, que resumimos o que você precisa saber, fechado?

Que tal aproveitar e se inscrever no canal da Folha Dirigida?

O que aconteceu com o concurso Senado no final de agosto?

No final de agosto, o presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre, suspendeu a comissão organizadora do novo concurso para a Casa. O motivo foi a pandemia de Covid-19.

Essa suspensão não significa dizer que o concurso foi cancelado. A autorização não caiu e não existe nenhuma evidência de que a Casa queira cancelar o concurso.

Então, o concurso do Senado 2020/ 2021 está confirmado e vai acontecer! Inclusive, isso foi divulgado na nota oficial publicada no site do Senado.

Conforme explica o professor Leo Murga, foram fatos políticos e sanitários que fizeram com que o presidente da Casa tenha suspendido as preparações da comissão.

A tendência é que os preparativos sejam retomados quando a pandemia no país estiver sob controle.

Suspensão é diferente de cancelamento?

A suspensão não significa o cancelamento do concurso, pois os trabalhos podem ser retomados. O que, nesse caso, foi inclusive divulgado na nota oficial que informa que o concurso está mantido.

Leonardo Murga ressalta que esse tipo de adiamento é comum principalmente em ambientes políticos.

O professor recorda que o último concurso para o Senado Federal, o qual ele mesmo fez, foi adiado em um ano por causa da mudança de presidente da república.

A decisão foi uma opção política, uma ação solidária do presidente da Casa para com o poder executivo para amenizar o choque da troca de uma gestão para a outra.

“Até o passado é incerto. Os direcionamentos mudam lá dentro com muita facilidade”, afirma o professor, completando: “O concurso vai acontecer, mas vai demorar mais para acontecer”.

Por que o Cebraspe deverá ser a banca do concurso do Senado?

Tudo indica que a banca Cebraspe será a organizadora do concurso Senado 2020/ 2021, ainda que o contrato não tenha sido assinado.

De acordo com a audiência pública realizada para o concurso, a qual a Folha Dirigida fez a cobertura, Leonardo Murga acredita que a banca seja a mais bem preparada para a realização de tais provas.

O concurso aparece na Proposta Orçamentária Anual de 2021 (PLOA 2021)

Outro motivo para acreditar que o concurso irá ocorrer é que ele consta na Proposta Orçamentária Anual de 2021 (PLOA 2021), assim como outras 50 mil vagas para concurso público, apresentado no dia 31 de agosto, data limite para ser encaminhado ao Congresso Nacional.

Isso significa dizer que está prevista a reserva orçamentária para a realização do concurso público.

Posso fazer o concurso do Senado tendo até ensino médio completo? 

Das 40 oportunidades autorizadas, 24 são para o cargo de policial legislativo. A função exige o ensino médio completo para inscrição e tem ganhos de R$20.410,07.

No entanto, Leo Murga alerta para o futuro servidor não se candidatar à prova se não tem afinidade com as funções do cargo.

Cargos do concurso Senado 2020 2021

Pode haver retirada de matérias no projeto básico?

O professor também enfatiza que não é porque o futuro servidor acredita que uma determinada disciplina não tenha relação com as funções do cargo que o órgão pense o mesmo.

No processo de preparação de um concurso, a comissão interna do órgão determina que quer um perfil de servidor e, assim, inicia os trabalhos em conjunto com a banca.

A banca faz um concurso de acordo com o que foi estipulado e apresenta candidatos aprovados sob essas diretrizes para a nomeação.

“Um bom concurso é o que atende os designos da comissão organizadora”, justifica Leo Murga. “O projeto básico é o início, o princípio do que a Casa está buscando, a avaliação do que a Casa entende como importante. O que o futuro servidor entende como importante não é necessariamente o mesmo que a Casa.”

Dá tempo de começar os estudos para o Senado agora? 

O professor acredita que sim. O Senado não costuma realizar concurso com muita frequência e, ainda que o futuro servidor não passe nessa prova, pode aproveitar os conhecimentos adquiridos para seleções de outros órgãos.

Dá para conciliar os estudos do Senado com outros concursos?

Não só dá, como Leo Murga inclusive, recomenda que não se estude apenas para o Senado.

Além de não ser um concurso que abre com muita frequência – a última seleção foi realizada há cerca de oito anos -, esse é um concurso com um grau de competitividade bem alto.

Muitos dos candidatos já são servidores públicos e, portanto, já conseguiram passar em uma prova de concurso em momento anteriores.

Além de estarem mais bem preparadas, essas pessoas também fazem os exames mais tranquilas, pois já têm uma posição garantida em outro lugar.

Há ainda quem acredite que as etapas do processo seletivo da Casa são mais fáceis, já que o edital é sucinto, quando o que acontece é o contrário.

Na seleção realizada anteriormente, que o próprio Leonardo Murga participou, em 2008, não houve nem aprovados o suficiente para preencher todas as vagas do edital.

“As pessoas vislumbram muito que supostamente é um edital pequeno e supostamente vem com uma remuneração muito alta, então acharam o Santo Graal dos concursos públicos”, compara.

O professor diz que não faz tais afirmações com o intuito de desanimar o aluno, mas sim de manter o futuro servidor motivado nos seus estudos.

Preparar-se para outros concursos além do Senado, portanto, é o ideal, já que o órgão não abre seleção com tanta frequência assim.

“Aquela pessoa que só pensa num concurso, essa pessoa pode até passar. Eu conheço gente que passou assim, mas essas pessoas são a exceção, da exceção, da exceção, da exceção”.

Você está se preparando para o concurso do Senado? 

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *