Concursos Ibama e ICMBio: Salles fala em mil vagas na próxima semana

Ricardo Salles anuncia novo concurso com mil vagas para o Ibama e ICMBio, no dia em que deixa o cargo de ministro do Meio Ambiente. Veja!

23/06/2021 19:45 | Atualizado: 24/06/2021 14:58

23/06/2021 19:45 | Atualizado: 24/06/2021 14:58

No dia de sua saída como ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles anunciou novo concurso para o Ibama e ICMBio. Durante coletiva de imprensa nesta quarta-feira , 23, ele falou sobre a abertura de mil vagas para os órgãos ambientais.

“Foi autorizado pelo presidente e pelo Ministério da Economia para que seja implementado, já na próxima semana, o concurso para abertura de cerca de mil vagas entre Ibama e ICMBio. Isso foi decorrente desse esforço de reequipar órgãos, que nós recebemos com problemas graves de falta de pessoal”, disse o então ministro ao listar os resultados de sua gestão.

A fala de Salles não deixa claro se as vagas serão para ingresso de servidores efetivos ou temporários. Também não está definido se na próxima semana sairá a autorização dos concursos ou se os próprios editais serão publicados.

Folha Dirigida está em contato com as Assessorias de Imprensa do Ministério do Meio Ambiente, Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) para confirmar tais informações.

Ricardo Salles deixou o cargo de ministro do Meio Ambiente nesta quarta, 23, após ser investigado por suspeita de corrupção em favor de madeireiros em um inquérito que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF).

Joaquim Álvaro Pereira Leite, que ocupava o cargo de chefe da Secretaria da Amazônia e Serviços Ambientais, assumirá como novo ministro da pasta.

Advogado Ricardo Salles, ex ministro do Meio Ambiente
Ao deixar cargo de ministro do Meio Ambiente, Salles fala sobre 
concursos para o Ibama e ICMBio (Foto: Governo Federal)

Quanto aos concursos públicos, o Ibama busca aval do Ministério da Economia para preencher 2.311 vagas efetivas. O número foi confirmado pelo próprio instituto com exclusividade à Folha Dirigida.

Do total de vagas solicitadas, 1.005 são para técnico administrativo (nível médio), 970 para analista ambiental (nível superior) e 336 para analista administrativo (nível superior).

Confira detalhes do pedido do novo concurso Ibama

Os órgãos federais puderam enviar pedidos de novos concursos ao Ministério da Economia até o dia 31 de maio. Cabe à pasta autorizar ou não as seleções, diante do caráter de prioridade para reposição de pessoal e orçamento disponível.

Confira os detalhes dos cargos do pedido do novo concurso Ibama:

CargoRequisitoRemuneração inicial*
Técnico administrativo - 1.005 vagasNível médioR$4.063,34
Analista ambiental - 970 vagasNível superiorR$8.547,64
Analista administrativo - 336 vagasNível superiorR$8.547,64

O número de vagas que o então ministro do Meio Ambiente mencionou é menor do que foi pleiteado pelo Ibama. Vale destacar ainda que, no caso de concursos federais, o primeiro passo é a publicação da autorização no Diário Oficial da União.

Os últimos concursos do Ibama ocorreram em 2012, 2013 e 2014. As seleções foram organizadas pelo Cebraspe e contemplaram os cargos de técnico administrativo, analista ambiental e analista administrativo, respectivamente.

Os candidatos foram avaliados por prova objetiva, composta por 120 questões. Desse quantitativo, 50 eram de Conhecimentos Básicos e as outras 70 de Conhecimentos Específicos. Somente os candidatos a analista também realizaram uma prova de redação.

Intensifique sua preparação para o concurso Ibama

Com a possível autorização de novo concurso Ibama, os interessados devem começar a preparação. Isso porque os estudos antecipados aumentam as chances de aprovação no cargo público. 

Você sabia que a Folha Dirigida também tem cursos preparatórios? A Folha Cursos traz videoaulas exclusivas, apostilas e questões comentadas para te ajudar no caminho até a aprovação.

Conheça os cursos e comece já seus estudos!

Concurso Ibama: Mourão reforça necessidade de edital

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, destacou o déficit de servidores no Ibama e a necessidade de um novo concurso. De acordo com ele, é preciso ter, pelo menos, 500 agentes atuando na Amazônia.

No entanto, atualmente, o instituto dispõe de apenas 40 agentes no local. A carência no quadro funcional, segundo Mourão, atrapalha a fiscalização e atuação plena do Ibama.

“Não posso ter na Amazônia só 40 agentes do Ibama. Tenho de ter 500. Tem de abrir concurso e botar os agentes para trabalhar, estabelecidos em bases com barco, com helicóptero, com capacidade de cumprir sua tarefa. Se não fizermos isso, não iremos avante”, disse o vice-presidente.

As informações foram passadas por Mourão, em entrevista ao Estadão. O vice-presidente é um dos defensores do novo concurso Ibama. Ele já ressaltou a urgência para contratação de agentes efetivos.

Desde 2020, Hamilton Mourão sinaliza a possibilidade de novos concursos para órgãos ambientais. Conforme informado por ele, editais para o Ibama, Instituto Chico Mendes (ICMBio) e Fundação Nacional do Índio (Funai) estão no radar do governo.

Os ministérios responsáveis por cada um desses órgãos estudam a viabilidade para reposição dos quadros. Depois disso, será preciso do aval do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Enquanto aguarda uma posição do Governo Federal sobre o concurso para efetivos, no início de maio, o Ibama recebeu autorização para abrir 1.659 vagas temporárias. O prazo de validade dos contratos será de até seis meses, com chance de prorrogação até o limite de dois anos.

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...