Concurso PM PI: governo decreta situação de emergência

O governador do Piauí, Wellington Dias, decretou situação de emergência no concurso PM PI e exige urgência na elaboração do novo cronograma.

07/12/2021 09:10 | Atualizado: 09/12/2021 10:20

07/12/2021 09:10 | Atualizado: 09/12/2021 10:20

O governador do Piauí, Wellington Dias, decretou situação de emergência administrativa na realização do concurso PM PI 2021.

Conforme o Decreto nº 20.316, medidas administrativas devem ser tomadas para a retomada da seleção.

A medida de emergência foi tomada na última segunda-feira, 6, e divulgada nesta terça, 7, poucos dias após o Núcleo de Concursos e Eventos da Universidade Estadual do Piauí (Nucepe), organizador, suspender as provas do concurso de soldados, que estavam marcadas para o último domingo, 5.

A aplicação das provas foi suspensa pelo Nucepe devido ao crescimento no número de inscritos. Segundo a instituição, foram registradas mais de 40 mil inscrições.

No decreto, o governador afirmou que a quantidade de candidatos inscritos foi maior que as projeções realizadas pela Nucepe, o que demanda a contratação de mais bens e serviços do que estava sendo planejado.

A situação de emergência na realização do concurso público para o cargo de soldado segue válida por 90 dias, podendo ser prorrogado por igual período.

Apesar disso, o governador pede celeridade, e exige que um novo cronograma para o concurso seja divulgado.

O documento assinado por Dias exige também a manutenção do cronograma do concurso de oficiais, que teve provas aplicadas em outubro.

Governador decreta emergência no concurso PM PI (Foto: Redação Ccom)
Governador decreta emergência no concurso PM PI
(Foto: Redação Ccom)

Resumo sobre a seleção

  • Órgão: Polícia Militar do Estado do Piauí
  • Cargos: soldado e oficial
  • Vagas: 1.040
  • Requisito: níveis médio e superior
  • Remuneração: entre R$3.200 e R$6 mil
  • Banca: Nucepe
  • Provas: oficial (10 de outubro) e soldado (a definir)

Veja como serão as provas do concurso PM PI

Os candidatos do concurso PM PI serão avaliados em diversas etapas, sendo elas: provas objetivas e redação, exame de saúde, Teste de Aptidão Física (TAF), exame psicológico e investigação social. Veja abaixo os detalhes:

Soldado

Conhecimentos Básicos - 40 questões

  • Língua Portuguesa (14 questões);
  • Matemática (14);
  • Conhecimentos Gerais (seis); e
  • Conhecimentos Regionais do Estado do Piauí (seis).

Conhecimentos Específicos - 20 questões

  • Legislação da Polícia Militar do Estado do Piauí (sete); e
  • Noções de Direito - Constituição Federal, Constituição do Estado do Piauí, Código Penal Brasileiro e Legislação Especial (13).

Será aprovado na objetiva o candidato que obtiver pelo menos 20 pontos em Conhecimentos Gerais e 20 em Conhecimentos Específicos, além dos 48 pontos na soma das provas. 

Terão as redações corrigidas os candidatos classificados até a 1.800ª posição no caso dos homens e até a 200ª posição no caso das mulheres, considerando os empatados na última posição.

Prepare-se para concursos com a Folha Cursos

Folha Cursos

Concurso oferece 1.100 vagas

Com as mudanças anunciadas, em setembro deste ano, o concurso da Polícia Militar do Piauí passou a oferecer 1.040 vagas, sendo mil para o o curso de formação de soldados e 40 para oficiais.

Os ganhos são de 3.470,66 (soldado) e de R$6.170,09 (oficial). No primeiro caso, é preciso ter o nível médio completo, enquanto a exigência para o oficialato da Polícia Militar do Piauí é o bacharelado em Direito.

A corporação exige ainda altura mínima de 1m60 (homens) e 1m55 (mulheres), além da carteira de habilitação na categoria "AB". Conforme Lei publicada em dezembro, a idade para participar do concurso de soldado é de 18 a 35 anos, e, para oficial, entre 21 e 35 anos.

Quer receber novidades sobre concursos?

Cadastre-se para receber e-mails com asnotícias em destaque da semana, dicas de preparação, novidades da Folha Dirigidae muito mais!

Carregando...